|  arenitos  |  argilito  |   calcários  |  chert  |  conglomerado  |  folhelho   |  ritmito  |  siltito  |  tempestito   |  turbidito  |

conglomerado

Conglomerado é uma rocha formada por clastos rolados, de tamanho superior à 2 mm, agrupados por um cimento, formando um depósito consolidado.

Conglomerado em matriz de arenito grosso.

  Segundo Suguio (1980), a classificação dos conglomerados é a mesma usada para os arenitos. O objetivo da classificação é diferenciar as rochas com base em propriedades como textura, maturidade e proveniência.

Ortoconglomerados

O arcabouço desta rocha é caracterizado por seixos, areia grossa e cimento químico. Representa um produto de deposição em águas muito agitadas (ambiente de alta energia), sendo portanto rico em estruturas hidrodinâmicas, podendo-se apresentar associado à um arenito grosso com estratificações cruzadas.

Os conglomerados quartzosos são caracterizados por composição mineralógica muito simples. Os seixos são, em geral, constituídos por materiais de alta dureza, portanto de grande resistência física, e baixa alterabilidade química, tais como o quartzo, quartzito e sílex, ou mistura desses materiais. 

Não são muito grossos, e os seixos possuem em média 1 a 2 cm. São os mais comuns, sendo bem arredondados devido à um intenso retrabalhamento.

Estes depósitos ocorrem principalmente na base de camadas de arenitos, ou formando espessos depósitos de conglomerados amalgamados. Os da base constituem os chamados conglomerados basais, e a geometria varia de tabular à lenticular.

Conglomerados constituem corpos espessos, formando acumulações nas margens de bacias deposicionais. 

Os clastos dos conglomerados são de litologia variada, podendo aparecer seixos e calhaus de rochas plutônicas, eruptivas, sedimentares e metamórficas.

Segundo Suguio (1980), as características granulométricas são sempre muito parecidas: granulação muito grossa; grande números de classes texturais nas frações grossas; caráter polimodal dos seixos; deficiência de materiais da classe dos grânulos (de 2 a 4 mm); caráter em geral unimodal dos arenitos intercalados; distribuição log-normal das freqüências granulométricas das areias; correlação do material conglomerático e espessura das camadas.

Paraconglomerados 

Segundo Suguio (1980), estas rochas contém mais matriz que clastos e, na realidade, são lamitos (lamas litificadas) com seixos e calhaus dispersos. Em muitos casos, os seixos formam cerca de 10% ou menos da rocha. Alguns seixos e calhaus podem ser constituídos por lamitos e argilitos. A fotomicrografia ao lado mostra um paraconglomerado, pobre em grãos de quartzo, (nicóis cruzados; aumento 40x).

O termo conglomerado lamítico é mais comumente utilizado para conglomerados deste tipo, contendo mais megaclastos e matriz. Existem dois tipos básicos de lamitos conglomeráticos: estratificado e maciço.

Os lutitos conglomeráticos são originados pela deposição de fragmentos grossos sobre lama e siltes acumulados em fundo aquoso, sendo comuns deformações produzidas pelo impacto da queda desses fragmentos maiores sobre o material inconsolidado.

Segundo Suguio (1980), conglomerados e brechas intraformacionais são sedimentos rudáceos formados por fragmentação contemporânea e redeposição nas proximidades de material ligeiramente retrabalhado. Esta fragmentação pode ocorrer de várias maneiras, uma delas é propiciada pela retirada temporária da água, seguida de ressecamento e formação de lamas recém-depositadas. Em fase de enchente subsequente, os fragmentos são remobilizados à curta distância e redepositados como conglomerados e brechas intraformacionais de partículas muito achatadas de argila. Dois tipos são comuns: conglomerado com fragmentos de argilito e folhelho ou ardósia, com matriz arenosa.

Conglomerados e brechas piroclásticas são também chamados de aglomerados (diâmetro médio superior a 32 mm), e podem ser intercalados ou podem gradar para sedimentos clásticos comuns. Apresentam estratificação incipiente e matriz tufácea, rica em vidro vulcânico. A fotomicrografia ao lado mostra um tufo vulcânico, rico em grãos de quartzo angulosos; nicóis paralelos; aumento 40x.

Observações - São variadas as implicações econômicas dos conglomerados, que podem ser usados na construção civil ou constituir um importante indicador de acumulação de minerais de alta densidade e resistência física (diamante).

©Fábio Braz Machado