andesito  |  anortosito  |   basalto  |  carbonatito  |  charnockito   |  dacito  |  diabásio  |  diorito  |  dunito   |  fonólito  |  gabro  |  granito  |   granodiorito  |  hornblenda gabro  |  jacupiranguito  |   kimberlito  |  lamprófiro  |  latito  |  monzonito  |  norito   |  obsidiana  |  olivina gabro  |  pegmatito  |   peridotito  |  piroxenito  |  piroxênio granito  |   quartzo diorito  |  quartzo monzonito  |  quartzo sienito   |  riolito  |  sienito  |  tonalito  |  traquito   |  websterito  | 

piroxenito

Foto da rocha

Fotomicrografia

Amostra de piroxenito, rocha fanerítica e ultramelanocrática.

Cristais de piroxênio (cor de interferência amarelo e cinza) e pouca olivina (cor de interferência azulada)em piroxenito; nicóis cruzados; traço em vermelho equivale a 200 mm.

 

Mineralogia principal - clinopiroxênios (augita, pigeonita) e ortopiroxênio ( hiperstênio, bronzita), com menores teores de olivina.

Minerais acessórios -  magnetita, cromita, flogopita, espinélio, sulfetos.

Estrutura - compacta ou bandada.

Texturas Magmáticas

   Grau de cristalinidade - holocristalina

   Grau de visibilidade - fanerítica

   Tamanho dos cristais - fina a grossa

   Tamanho relativo dos cristais - equigranular ou inequigranular

   Relação geométrica dos cristais -  panidiomórfica a hipidiomórfica

   Articulação entre os cristais - irregular a retas

   Arranjo (trama) - granular

   Acidez - ultrabásica

   Sílica saturação -  insaturada 

   Relação de feldspatos - não se aplica (rocha desprovida de feldspatos)

   Índice de coloração - ultramelanocrática

   Índice de alumina saturação - subaluminosa ou peralcalina

   Alcalinidade - subalcalina ou alcalina

Observações - Rocha plutônica ultramáfica, composta essencialmente por piroxênios e quantidades menores de olivina magnesiana.

©Fábio Braz Machado