Clique no mineral desejado

ferberita powellita raspita
scheelita volframita wulffenita

O molibdênio e tungstênio são encontrados, respectivamente, no quinto e sexto período da tabela periódica. Esses elementos, juntamente com outros pares da tabela periódica (ex., Zr e Hf, Nb e Ta.) são caracterizados por raios iônicos similares devido a contração lantanídea (0,62 A), podendo desta forma constituir solução sólida completa. Contudo, na natureza soluções sólidas entre Mo e W são raras, devido ao grande contraste do comportamento geoquímico desses elementos, resultantes de suas densidades contrastantes (W 184 e Mo 96) e da afinidade do Mo com o enxofre. Dessa maneira não é raro encontrar tungstato primário quase inteiramente isento de molibdênio, e vice-versa. Por outro lado, nos minerais secundários os dois elementos estão frequentemente constituindo solução sólida.

Os íons hexavalente de tungstênio e molibdênio são maiores que do enxofre hexavalente e do fósforo pentavalente, fazendo com que os quatro íons coordenados de oxigênio não ocupem os vértices dos tetraedros regulares, como nos sulfatos e fosfatos, resultando em agrupamento algo achatado de contorno quadrado.

O Mo pode ocorrer como sulfeto (MoS2) devido a sua afinidade com o S e em muitos casos a combinação com o oxigênio aparece confinada à zona de oxidada dos depósitos. Já  o W ocorre quase exclusivamente em combinação com o oxigênio, formando os tungstatos. O sulfeto de tungstênio WS2 (tungstite) é muito raro.

Os minerais desta classe química distribuem-se em dois grupos isoestruturais principais: o grupo da volframita e da scheelita.

O grupo da volframita que consiste em pequenos cátions bivalentes, como o ferro, manganês, magnésio, níquel e cobalto, em coordenação 6 com os íons tungstato. Nesse conjunto ocorre solução sólida completa entre o Fe++ e o Mn++ e a estrutura resultante é monoclínica.

O grupo da scheelita contém compostos de íons bivalentes maiores, como o cálcio e o chumbo, em coordenação oito com os íons tungstato e molibdato. O tungstênio e o molibdênio podem substituir-se mutualmente, formando séries parciais entre a scheelita(CaWO4) e a powelita (CaMoO4), e entre a stolzita (PbWO4) e a wulffenita (PbMoO4). A substituição entre o Ca e Pb, forma série parcial entre scheelita e a stolzita e entre a powellita e a wulffenita.

©Fábio Braz Machado