nefelina

Foto do Mineral Forma Cristalográfica
 

Cristais colunares de nefelina

Direções ópticas e cristalográficas

Fórmula Química - NaAlSiO4
Composição -  Silicato de alumínio, sódio e potássio. Na2O 21,8%, Al2O3 35,9%, SiO2 42,3%
Cristalografia -
Hexagonal
        Classe -
Piramidal

Propriedades Ópticas -
Uniaxial negativo

Hábito -
Piramidal ou maciça
Clivagem - 
Distinta em {1010}
Dureza -
5 - 6

Densidade relativa -
2,55 - 2,65
Brilho -
Graxo
Cor -
Incolor, branco ou amarelado

Associação -
 Pode estar associado a outros minerais alcalinos insaturados em sílica.
Propriedades Diagnósticas -
Baixa birrefringência, clivagem fraca, caráter óptico uniaxial (-); solubilidade em HCl. A apatita e a melilita têm valor de birrefringência semelhante, mas ambas possuem relevo mais elevado. A diferenciação óptica de kalsilita e nefelina são muito sutis, necessitando medidas precisas do índice de refração ou teste químico.
Ocorrência - Mineral de cristalização em magmas alcalinos insaturados em sílica, tanto em rochas efusivas, hipoabissais e plutônicas, formando-se também por metassomatismo (nefelinização) e resultado de reações de magmas básicos e alcalinos (contaminação) por sedimentos ricos em Na e Ca.
Usos - É usada na fabricação de vidros, cerâmica e para obtenção do alumínio, sílica coloidal, soda etc.

Mineral Anterior Voltar para feldspatóides Próximo Mineral

©Fábio Braz Machado