ambulan21.gif (18281 bytes)

 

Como eu faço para.....

Um manual de procedimentos em mineralogia óptica

Determinar Birrefringência


Um raio de luz polarizado ao atravessar um mineral anisotrópcio orientado adequadamente, sofre o fenômeno da dupla refração, com o aparecimento de dois raios refratados: um lento e outro rápido, cujas velocidades são inversamente proporcionais aos índices de refração.

A diferença numérica entre estes dois índices de refração, recebe o nome de birrefringência.

Há uma relação linear entre a birrefringência (N-n), a cor de interferência (D) e a espessura (e) de uma seção, que é:

D= e (N-n)(1)

Na carta de cores, as espessuras (em milímetros) estão dispostas no eixo das ordenadas, as cores de interferência -D (em mm) no eixo das abcissas, e as birrefringências, os coeficientes ângulares das respectivas retas. Assim, conhecidas duas das variáveis, a terceira pode ser facilmente obtida.

Observe pela expressão (1) que para termos a  birrefringência máxima de um  mineral, a sua cor de interferência (D) também deverá ser máxima.

 

augita.gif (2661 bytes)
Exemplo: Augita

Mineral biaxial positivo, 2V= 58  a  62o, na=1,688 ; nb=1,701  ng=1,712.

As informacões apresentadas abaixo, neste quadro,  não são necessárias para a determinação prática da birrefringência, servem apenas para entender melhor o procedimento que se segue.
A birrefringência do mineral é:(N-n)= ng= 1,712 - na= 1,688= 0,024. A seção onde estão ng (//Z) e na (//X) é a (001).Podemos, através da equação (1) predizer que a cor de interferência máxima produzida por este mineral é: D= 0,03x106 *0,024= 720 mm= azul.

A espessura usual de uma lâmina para análises petrográficas é de 0,03 mm

Atenção: Esta propriedade é obtida sob nicóis cruzados

Procedimento

Fotomicrografia

Procurar dentre os diferentes cristais do mineral que se deseja obter a birrefringência aquele que apresenta  cor de interferência máxima. No caso da augita, dentre os cristais observados aquele assinalado é o de maior ordem = azul de 700 mm
Utilizando a carta de cores:
D (abcissa)= 700 mm, e (ordenada)= 0,03mm  =>  teremos um valor de (N-n) =  birrefringência =  0,024.
veja na carta de cores abaixo

Egirina

Obs:
O  traço de escala nas fotomicrografias (vermelho) corresponde a 100
mm

Carta de Cores v7 augita birref..gif (158860 bytes)

 

Nomenclatura para a birrefringência:

Nomenclatura

Intervalo de birrefringência D  observada para e= 0,03 mm Exemplo
Fraca 0 - 0,010 cinza claro, branco, amarelo 1a ordem quartzo= 0,009
apatita= (0,003)
Moderada 0,010 - 0,025 vermelho 1a ordem até verde de 2a ordem augita= 0,024
cianita= 0,016
Forte 0,025 - 0100 verde de 2a ordem até cores de 5a ordem zircão= 0,062
talco= 0,04
Muito Forte 0,100 - 0,200 cores acima da 5a ordem calcita= 0,172
Extrema > 0,200 cores de ordens superiores rutilo= 0,289

 


b001.gif (5499 bytes)