Câmpus de Rio Claro
 
diminuir fonteaumentar fonte English version Chinese version Versión en Español
 
   
 
Departamento de Educação
imprimir imprimir enviar enviar

Histórico

      As origens do atual Departamento de Educação podem ser encontradas na criação, em 07 de junho de 1957, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro. Com o objetivo explícito de "formação de pessoal de alto nível", o Professor Dr. João Dias da Silveira foi encarregado pelo então governador do Estado de São Paulo da instalação da referida Faculdade, tendo seu primeiro Diretor. Em 1958, iniciaram-se os "Cursos Prévios", mantidos pela própria Instituição, visando aos vestibulares. Para os candidatos ao Curso de Pedagogia eram ministradas as disciplinas: Português, Línguas Estrangeiras, História, Psicologia e Lógica.

      Em 1959, iniciaram-se os cursos de licenciatura em Matemática, História Natural, Geografia e Pedagogia. Esta última englobava as cadeiras de Sociologia, Psicologia, História e Filosofia da Educação, Estatística, Administração Escolar e Educação Comparada, Didática Geral e Didática Especial que ficaram a cargo dos professores regentes: Frank Perry Goldman, Carolina Martuscelli Bori, Ruy Fausto, Antonio Buschinelli, José Furtado Pisani, Lurdes de La Rosa Onuchi, Maria Alice de Azevedo Fonseca, Carlos Correa Mascaro, Bento de Almeida Prado Jr., Moysés Brejon, Maria da Penha Villalobos e Tamás Smzreczanyi.

      Em 1976, com a criação da UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP), pela Lei 952 de 30.01.76, a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro passou, como os demais Institutos Isolados de Ensino Superior do Estado de São Paulo, a fazer parte da referida Universidade. Alguns cursos foram extintos, dentre eles o de Pedagogia. O Departamento de Educação, já então com esta denominação em decorrência da reforma universitária instituída pela lei n. 5540/68, foi também extinto nessa mesma data.

Atual

      Pelo decreto n. 9449, de 26 de Janeiro de 1977, foi criado o Instituto de Biociências de Rio Claro. Em abril de 1983, iniciaram-se os estudos para a criação de um Departamento de Educação no Instituto de Biociências (IB) que congregasse os vários professores e disciplinas da área pedagógica, distribuídas por diferentes departamentos no Campus de Rio Claro.

      Após parecer favorável dos órgãos competentes, o Departamento de Educação do Instituto de Biociências (IB), Campus de Rio Claro, foi criado oficialmente pela Resolução UNESP 55 de 08.11.84, do Reitor da Universidade Estadual Paulista, Prof. Dr. Paulo Milton Barbosa Landim, com base em deliberação do Conselho Universitário que criava os Departamentos de Educação nas Unidades Universitárias que mantinham cursos de Licenciatura, conforme Resolução UNESP de 03.01.84. Os primeiros docentes que constituíram o Departamento de Educação do Instituto de Biociências foram: Adauto Prado Miotto, Carmem Lúcia Parente, Glauco Putomati, Dr. Hélio Jorge dos Santos, Dr. José Maria de Camargo Barros, Dra. Lúcia Maciel dos Santos, Luiz Alberto Lorenzetto, Dra. Maria Cecília de Oliveira Micotti, Marília Martins Coelho, Mário Antonio Angelli, Neusa Marisa Poggi e Borges, Regina Rovigati Simões, Rute Aparecida Vinha Jesser Arraes e Walter Gama.

      Com a reinstalação do Departamento de Educação, durante a gestão do Prof. Dr. Amilton Ferreira, na direção do Instituto de Biociências, houve manifestações da comunidade para a reimplantação do Curso de Pedagogia no Campus, não só por parte de moradores da cidade, mas da região, conforme levantamento e abaixo-assinados realizados à época. Convém lembrar que esse curso, cujas atividades tiveram início em 1989, foi o primeiro curso noturno oferecido pelo Instituto de Biociências. O curso de Pedagogia tem formado alunos não apenas da cidade e região como também de outras regiões do Estado de São Paulo e de outros Estados.

      O Departamento de Educação ofereceu de 1995 a 2003, o Curso de Especialização (pós-graduação lato-sensu) em Alfabetização. De 2000 a 2001, o curso de Educação Ambiental e Práticas Educacionais, e desde de 2003, o curso de Pós-graduação em Educação (Mestrado).

      No que diz respeito ao ensino de graduação, os professores do Departamento de Educação, além de ministrarem a maioria das disciplinas do Curso de Pedagogia, são responsáveis pelas disciplinas de formação pedagógica nas licenciaturas dos dois institutos desse Campus e pela disciplina, Filosofia da Ciência, nos Cursos de Ecologia, Ciências Biológicas e Geografia.

      O Departamento conta, hoje com trinta e dois docentes e cinco assistentes administrativos.

      O Departamento congrega disciplinas relacionadas às áreas de Didática, Sociologia, Psicologia, Prática de Ensino, Administração Escolar, Orientação Educacional, História da Educação, Filosofia, Comunicação e Expressão e a Pesquisa Educacional.

      No que se refere à pesquisa, atualmente oito linhas vêm sendo desenvolvidas pelo Departamento de Educação: A temática ambiental e o processo educativo: concepções e práticas; Alfabetização: ensino e aprendizado; Cultura e Subjetividade das Organizações Educacionais; Docência, Práticas Escolares e Formação de Professores; Educação, Saúde e Qualidade de Vida; Linguagens: práticas culturais e formação; Política e Gestão de Organizações Educacionais e Práticas Educacionais: aspectos históricos e epistemológicos.

      O Departamento de Educação é responsável pela publicação da revista Educação: teoria e prática, fundada em dezembro de 1993, veículo de difusão científica e cultural de trabalhos e experiências que contribuem para o conhecimento teórico e prático da educação.

      Atendendo aos grandes objetivos da Universidade - ensino, pesquisa e atendimento à comunidade - o Departamento de Educação possui também o Laboratório de Ensino de Geografia e Ciências Naturais onde são desenvolvidas atividades de capacitação de alunos de graduação, desenvolvidos projetos de educação continuada e projetos de pesquisa relacionados ao ensino. Nesse laboratório, os alunos de licenciatura e professores da rede oficial de ensino desenvolvem atividades tais como: criação e construção de materiais didáticos, aulas simuladas e experimentos, bem como fazem uso de recursos nele existentes para o trabalho nas escolas públicas. O Laboratório de Ensino de Geografia e Ciências Naturais, hoje, é locado em prédio próprio, graças ao financiamento da FASE IV do programa de Infra-estrutura da FAPESP ao projeto Pesquisa e Análise de Práticas Educativas e Materiais Didáticos.

      O Departamento de Educação possui ainda o Laboratório de Alfabetização cujas atividades visam à melhoria do ensino, em especial, do ensino concernente à alfabetização em sentido amplo, como leitura do mundo e, em sentido estrito, como o desenvolvimento das competências básicas de leitura e de escrita. Com a realização de pesquisas e projetos didáticos este laboratório procura respostas aos graves problemas do processo de alfabetização e busca oferecer subsídios para o ensino de qualidade. Desta forma, as atividades deste laboratório, ao lado da pesquisa, privilegiam a prestação de serviços à comunidade, (mediante o atendimento aos alunos e a disseminação de inovações pedagógicas), a formação de professores e de pesquisadores em Educação.

      Projetos de Prestação de Serviços à Comunidade são também desenvolvidos por docentes do Departamento de Educação sobre diversos assuntos relacionados à educação e ao ensino, como trabalhos de assessoria às escolas e aos professores da rede estadual e municipal, treinamento em serviço, orientação em assuntos de alfabetização, educação ambiental, educação e reeducação alimentar, educação de adultos e outras demandas da comunidade, além de assessoria à Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e a do município de Rio Claro.

      A história do Departamento de Educação tem sido construída, assim, com o esforço e o envolvimento das pessoas que por ele passam, visando a contribuir para a construção efetiva de um Instituto e de uma Universidade pública de elevada qualidade.

Fonte - Adaptado de: Osvaldo Aulino da Silva, Maria Augusta Hermengarda Wurthman Ribeiro, Lúcia Helena de Oliveira Gerardi. Mosaico Iconográfico do Instituto de Biociências da UNESP Campus de Rio Claro. Rio Claro: UNESP - Instituto de Biociências, 2002.